contato@gestartcondominios.com.br
Gestart Condomínios | Condomínios são como empresas
16832
post-template-default,single,single-post,postid-16832,single-format-standard,ajax_updown_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-10.1.1,wpb-js-composer js-comp-ver-5.0.1,vc_responsive

Condomínios são como empresas

condominios+sao+como+empresas+gestart+singular

Condomínios são como empresas

Condomínios são como empresas

A terceirização dos serviços nos condomínios é uma das principais questões de debate para o segmento no ano de 2018. De acordo com o vice-presidente da Associação das Empresas Administradoras e Apoio a Condomínios do Estado do Ceará (Aadconce), Marcos Vinícius, a administração dos prédios e a mão de obra devem ser responsabilidade de uma empresa especializada, que possa prestar assessoria jurídica e financeira a fim de garantir mais segurança aos condôminos.

Profissionalização

“Atualmente, o prédio residencial é uma empresa com administração financeira, responsabilidades trabalhistas e previdenciárias. É preciso ter mais profissionalização nessa área. O síndico, por exemplo, precisa ser um profissional com formação para administrar e fechar as contas”, diz.

Marcos defende que é preciso acabar com a responsabilidade solidária, quando a empresa não consegue arcar com as contas do prédio e o condomínio precisa cobrir as despesas. Ele também recomenda atenção para saber se as empresas estão cobrando preços acima dos praticados no mercado, pois a terceirização dos serviços deve crescer ainda mais nos prédios residenciais.

A vice-presidente de Condomínios do Sindicato da Habitação do Ceará (Secovi-CE), Lilian Alves, afirma que, em 2018, pretende amadurecer a questão da profissionalização dos síndicos, através do curso que a própria entidade oferece. Juntamente com a inserção de novas tecnologias para os prédios, a profissão de síndico deve ser melhor revista.

Ainda dentro do assunto Bruno Henrique aborda que: Terceirizar o financeiro traz leveza para condomínios.

Ele fala do desafio que é gerenciar um condomínio, garantir equilíbrio entre as finanças, funcionários, manutenção, ajustes e melhorias na estrutura. Todos esses tópicos estão dentro da rotina do condomínio.

Você pode conferir a matéria completa: http://bit.ly/2yFBGgV

Fonte: https://www.opovo.com.br/